About Us

Arrived compass prepare an on as. Reasonable particular on my it in sympathize. Size now easy eat hand how. Unwilling he departure elsewhere dejection at. Heart large seems may purse means few blind.

Our Department

Connect With Us

Thumb

Cuidados com a saúde mental e o bem-estar no pós-pandemia.

É inegável que a pandemia teve impactos, físicos, econômicos e, principalmente, psicológicos em grande parte da população. Nos últimos dois anos, fomos constantemente desafiados e agora precisamos adotar cuidados, medidas e ações que nos fortaleçam e nos reestabeleçam, sempre com muita determinação e empatia. Esse movimento pode contribuir para trazer uma nova energia e motivação para o novo ano que se inicia, marcando o fechamento deste ciclo e, claro, um novo recomeço.

Lidar com máscaras, álcool em gel e todo o malabarismo que foi preciso aprender para tentar escapar da infecção pela Covid-19, doença transmitida pelo nosso corona vírus; Gerir uma nova rotina de isolamento social, muitas vezes com filhos e outros dependentes envolvidos na equação; Manter o emprego ou ter que se virar mesmo com a falta dele; Perder parentes e amigos e ver mais de 600 mil brasileiros vitimados fatalmente; Viver pela esperança da cura, através de uma vacina muito desejada que, com muito empenho de pesquisadores, cientistas e outros profissionais, chegaria cerca de um ano depois.

Todos esses fatores, somados a outros que pertencem à individualidade e vivência de cada um de nós, fizeram com que manter a saúde mental e o bem-estar se transformasse em uma tarefa difícil, quiçá impossível.

Vamos nos cuidar? Podemos, cotidianamente, nos valer da organização, tanto pessoal e de rotina, quanto de pensamentos. Meditação, yoga e o controle da respiração são aliados. Portanto, podem e devem ser feitos em qualquer lugar, inclusive em casa. Atividades físicas são muito benéficas para o organismo e também ajudam no controle da ansiedade, por contribuírem para a liberação da tensão acumulada, gerando mais relaxamento e ritmos cardíacos abrandados em momentos de repouso. Encontre, ao menos, uma atividade que goste e veja como os ganhos são notórios e maravilhosos.

Cuidado com a alimentação! Não raro, enxergamos na comida – geralmente as mais calóricas – um refúgio, uma forma de prazer e alívio de tensão. Essas sensações são facilmente explicadas pela ciência, já que alimentos doces e ricos em gordura liberam triptofano e, consequentemente, dá serotonina, o hormônio da satisfação.

O sono é outro fator negligenciado, principalmente nas fases mais complicadas de nossas vidas e dormir bem é primordial para se estar bem, caso contrário, a conta não fecha e a dívida será cobrada cedo ou tarde. Assim sendo, é importante que promovamos uma higiene do sono, através da organização das horas dormidas. Deixe o seu quarto confortável, de preferência escuro e silencioso para dormir. Evite consumir muitos alimentos, realizar atividades físicas, ver televisão e mexer no celular antes de deitar.

E falando em celular.... Com a pandemia, houve um aumento expressivo no tempo de exposição às mídias digitais e outros conteúdos e isso pode acarretar em sérios problemas, tais como a própria ansiedade, além de depressão, solidão, baixa autoestima, baixa qualidade de sono e dificuldade em relacionamentos fora das redes.

Vamos combinar que já passou da hora de tolerar o que nos faz mal. Vamos nos amar e valorizar afetos que são recíprocos.

Rua Jaime Sotto Mayor, 146 – Federal São Lourenço – MG

(35) 3332-8255

- Clínica Villela